E-zine - Punk / Hardcore / Rock / Metal

Judas Priest e Whitesnake em São Paulo

11 de setembro de 2011 | Publicado por: Fabio Martiniano

Tags: , ,

.:Bandas
Judas Priest e Whitesnake

.: Data e local
10/09/2011 – Arena Anhembi – São Paulo/SP

.: Resenha, fotos e vídeo
Flavio Santiago

Com um ar de despedida no ar o Judas Priest retorna ao Brasil para o que será o adeus da banda as grandes turnês, o grupo ainda continuara na ativa, só que sem o glamour e infra estrutura de grandes e longas tours, dando lugar a shows esporádicos e mais intimistas.

A banda que desta vez incluiu diversas cidades brasileiras em seu roteiro, trouxe mais uma vez o Whitesnake como banda de abertura para os shows da Epitaph Tour, nem precisa dizer que com todos esses ingredientes o sucesso de público estaria garantido, e foi justamente isso o que ocorreu, uma mescla de gerações na Arena Anhembi, desde adolescentes a tiozões barrigudos com camisetas das bandas disputavam o melhor lugar para ver o show.

Com toda essa expectativa, eis que se inicia o primeiro show da noite, com a intro de “My Generation” do The Who, David Coverdale e sua trupe sobem ao palco e iniciam com Best Years, seguida de Give me All Your Love, o frenesi tomava conta dos fãs , desde os de primeira viagem aos mais veteranos, mas o que pude constatar desses primeiros momentos é que ao contrário de Rob Halford que mantem seu gogó afiado David Coverdale deixa a desejar , cantando as músicas com tom abaixo e contando com generosos backing vocals de apoio regados de solos de guitarras, bateria e baixo para sua estratégica retomada de fôlego , o carismático vocalista já não é o mesmo de outrora, mas sempre emociona o público com sucessos como Love Ain’t No Stranger e Is This Love, que marcaram momentos de gerações inteiras, claro que os fãs mais árduos da banda irão discordar do que foi escrito, mas é como diz o velho ditado “ A verdade dói”.

Proseguindo o show ainda tivemos músicas do novo álbum “Forevermore” e “Steal Your Heart Away”que foram bem recebidas pelo público, mas como em todo grande show que se preze o melhor estava guardado para o fim e foi com Here I Go Again, Still Of The Night, Soldier of Fortune e Burn / Stormbringer, essas duas ultimas covers do Deep Purple na época em que Coverdale fazia parte da banda, garantiram o sucesso da apresentação do grupo que apesar de não estar 100% , ainda conseguem emocionar e agitar o público, méritos também para a boa banda que acompanha Coverdale nessa nova fase do Whitesnake, agora era questão de tempo para o próximo e mais aguardado show da noite.

Após aguardar quase 1 hora para a troca de palco coberto por uma grande cortina que intitula a derradeira turnê da banda Epitaph, os primeiros indícios de que a banda iria subir ao palco começam quando ouvimos Battle Hymn anunciando o grupo, cai a cortina e em um ritmo frenético o show se inicia com o grande clássico: Rapid Fire, tirando todos os fás do chão! Sem deixar o público respirar, a banda emenda com Metal Gods, também do álbum British Steel, um dos mais aclamados cds da banda.

A produção do palco e figurinos de Rob Halford são impecáveis, com um grande telão ao fundo as capas dos álbuns vão passando de acordo com as músicas que são tocadas nos remetendo mais ainda ao clima de despedida do show, isso também ocorre com as vestimentas de Halford que de acordo com a música são devidamente mudadas, isso sem contar com os efeitos pirotécnicos dando todo o ar de grandiosidade ao show.

O novo guitarrista, Richie Faulkner, que tinha a difícil missão de substituir K.K. Downing, um dos fundadores da banda, parecia muito confortável no palco e interagindo muito com o resto da banda, formada por Ian Hill (baixo), Scott Travis (bateria), Glenn Tipton (guitarra) e Rob Halford (voz).

O show seguiu com Heading Out to the Highway e Judas Rising e ninguém conseguia ficar parado. Com uma grande volta no tempo, a banda manda Starbreaker, do álbum Sin After Sin de 1977, fazendo toda a Arena Anhembi cantar junto. Depois foi a vez de mais um clássico: Victim Of Changes, do disco Sad Wings of Destiny, seguido por Never Satisfied, do primeiro álbum da banda, Rocka Rolla.

Pausa para entrar o violão e Rob Halford anuncia um cover, feito do jeito do Priest, que se tornou mais um grande clássico da banda: Diamonds and Rust de Joan Baez. O público, em êxtase total, cantou mais uma vez junto com Halford.
Pausa para a nitro Dawn of Creation, que introduzia Prophecy, uma das puxas músicas boas do álbum Nostradamus, último lançamento da banda. Logo depois, o Judas Priest voltava a entoar clássicos: Night Crawler e Turbo Lover incendiaram os fãs.

Depois dos clássicos, mais clássicos! O set seguiu com Beyond The Realms Of Death, The Sentinel e The Green Manalishi. Mas o melhor ainda estava por vir… A banda então introduz um de seus maiores clássicos: Breaking The Law! Então, Halford vira o microfone pra galera e deixa os vocais da música toda a cargo dos fãs, que não decepcionaram, cantando a música em alto e bom som. Mais uma pausa, com um breve solo de bateria de Scott Travis que traria o que talvez seja o maior dos clássicos do Judas Priest: Painkiller. Essa é uma música que é sempre legal de ser ver ao vivo e ver Rob Halford cantando a todo vapor, no auge de seus 60 anos e no fim do show foi demais!

Pra quem já se dava por satisfeito, o Priest ainda guardava muita coisa boa. O bis clássico da banda começou com The Helion – Electric Eye e Hell Bent Fot Leather, com direito a moto no palco, como sempre. Na seqüência, You`ve Got Another Thing Coming, foi cantada do início ao fim pela galera.

A banda sai do palco de novo, e o baterista Scott Travis volta instigando o público a pedir mais, afinal ainda faltava uma música. Depois de alguns instantes a banda voltava ao palco para fechar a noite com chave de ouro com Living After Midnight, pra esgotar as energias de todos os presentes.

Set list Whitesnake:
Best Years
Give Me All Your Love
Love Ain’t No Stranger
Is This Love
Steal Your Heart Away
Forevermore
Guitar Duel
Love Will Set You Free
Drum Solo
Here I Go Again
Still Of The Night
Soldier of Fortune (Deep Purple cover)
Burn / Stormbringer (Deep Purple cover)

Set List Judas Priest:
Rapid Fire
Metal Gods
Heading Out to the Highway
Judas Rising
Starbreaker
Victim of Changes
Never Satisfied
Diamonds & Rust
(Joan Baez cover)
Night Crawler
Turbo Lover
Beyond the Realms of Death
The Sentinel
Blood Red Skies
The Green Manalishi (With the Two Pronged Crown)
(Fleetwood Mac cover)
Breaking the Law
Painkiller
Encore:
The Hellion
Electric Eye
Hell Bent for Leather
You’ve Got Another Thing Comin’
Encore 2:
Living After Midnight

.: Vídeos

Love Ain´t no Stranger (Whitesnake)

Painkiller (Judas Priest)



Comentários sem login do Facebook

Facebook

Twitter

Instagram

Instagram

Besouros.net 2002 - 2015 | Contato: besouros@besouros.net