E-zine - Punk / Hardcore / Rock / Metal

Pennywise em São Paulo

4 de dezembro de 2010 | Publicado por: Fabio Martiniano

Tags: ,

.:Data
04/11/2010

.:Local
Via Funchal, São Paulo / SP

Chegando cedo ao Via Funchal, o que via-se era uma casa que não prometia muito, com ingressos na porta, e pouca gente na rua, a casa só ficou cheia mesmo as 22h já na hora que o Pennywise ia tocar. Particularmente estava ansioso para ver o show, não só por ser fã, mas queria ver o Zoli a frente da banda ao vivo e em cores.

Por volta das 21h30 o Nitrominds sobe ao palco para abrir o show. Nada mais perfeito! Empolgada a banda fazia o público do Pennywise cantar alto as músicas, já que bom fã do Pennywise é obrigado a conhecer o Nitrominds!

Além dos clássicos como “Flowers And Common View” e “Policemen” eles tocaram uma música nova que estará em um novo álbum de inéditas.

As 22h30 sobe no palco o Pennywise, com uma faixa em homenagem ao baixista Jason Thirsk, que se suicidou em 1996, e que sempre é homenageado de alguma forma em todos os shows. Começando com “Every Single Day” e já levando o público a loucura, foi um show recheado de clássicos, mas ao contrário dos outros dois shows no Brasil os álbuns mais recentes não foram ignorados e tocaram músicas como “Waiting” e do último álbum Reason to Believe a música “Something To Live For”.

Minha ansiedade foi cessada vendo Zoli ao vivo a frente do Pennywise. Sem dúvida Zoli já é um grande cantor, comprovado a frente do Ignite, e essa nem era a dúvida, era como ele iria interpretar as músicas do Pennywise. E o que se viu foi um show do Pennywise não perdendo nada aos anteriores! Tudo bem que eu achei meio forçado Zoli entrar com um bonezinho a la Jim Lindberg, já que não é de costume dele, mas passa vai! O importante é que o Pennywise continua com o mesmo espírito, e me deixou ansioso para um novo álbum prometido.

Com um clássico atrás do outro, ainda rolou cover do Misfits (que Zoli foi vocalista substituto por um tempo), com “Astro Zombies”, mosh do Zoli na galera, e o obvio bis! O Penywise fechou o show com “Stand By Me”, “Alien” e como sempre a eterna homenagem a Jason “Bro Hymn”. Nesta chamaram a galera pra subir no palco pra desespero dos seguranças que agiram com certa agressividade com algumas pessoas, e no meio da música um fã caiu do palco e ficou no chão. Zoli pede para parar a música e chama socorro para ele. A banda ainda voltou a tocar enquanto o fã era atendido pelos bombeiros, e esperamos que tenha ficado tudo bem com ele.

Foi um show pra lavar a alma de quem achava que o Pennywise não seria mais o mesmo depois da saída de Jim. Espero muito desse novo álbum e de mais shows por aqui!

.: Confira a galeria de fotos

[galleria]

.:Setlist

Every Single Day
My Onw Country
Can’t Believe It
What If I
Peaceful Day
Same Old Story
Living For Today
Greed
Astro Zombies
Society
Waiting
Straight Ahead
Fuck Authority
Nowhere Fast
Searching
Something To Live For
Stand By Me
Alien
Bro Hymn



9 comentários para “Pennywise em São Paulo”

  1. Yargo disse:

    O cara quebrou o braço! Por isso pararam o show, foi perto de onde eu tava. Pena que tocaram poucas musicas, mas foi muito além do que eu esperava! Ponto negativo para a truculência da segurança até mesmo com o pessoal que caia lá na frente do Crowd Surfing, péssimo preparo deles. Ja tinha visto a mesma coisa no Goldfinger + Reel Big Fish, uma pena! Mas foi fudido!

  2. Marina disse:

    Só faltou música nesse set… cade Fuck Authority nisso ai?
    Enfim show espetacular, Zoli não deixou NADA a desejar empolgou muito e mandou super bem.
    O set estava otimo embora falte algumas musicas (mas sempre vai faltar né)

  3. Marina, falha nossa! Antes de tu comentar já tinha corrigido!
    Por sinal, até filmei com a câmera de um amigo, ele postou, veja: http://www.youtube.com/watch?v=bllFyY-8ZpI

  4. Vagner disse:

    Eu sou um dos que estavam meio com o pé atrás em relação ao Zoli, mas o que vi na sexta foi talvez a melhor apresentação que o Pennywise fez aqui. Na minha opinião, o Zoli só perder pro Jim no quesito voz, mas de presença de palco, energia e atitude ele tá mto bem e o Pennywise segue com a mesma energia de sempre…
    O ótimo de shows e bandas “de verdade” é que não tem a molecada da calça colorida chorando…
    O que eu vi foi um monte de gente fanática por uma banda que tem história e personalidade, um monte de gente com o logo do Pennywise tatuado, inclusive eu…
    Sobre os seguranças, sem novidades, colocam um bando de pagodeiro pra fazer segurança de show de rock e é nisso que dá…lamentável, mas um dia chegaremos lá…
    Por hora só tenho a dizer que o Pennywise é e sempre será a melhor banda de hardcore do mundo…

    Pennywise forever !!!!

  5. Piero disse:

    Muito bom o show! Fiquei espantado com o fato da casa ter demorado pra encher, mas confesso que achei melhor do jeito que foi, sem milhares de pessoas se empurrando o tempo todo. E os seguranças realmente estavam com sangue nos olhos, pois foi totalmente desnecessária a violência deles. Mas, enfim, valeu muito a pena! Que eles voltem em breve!

  6. betao disse:

    Os seguranças do Via Funchal precisam passar por uma reciclagem profissional urgente!

    Despreparados para lidar com público de rock do pennywise. Seguranças truculentos, violentos, machucando as pessoas. Eu estava bem na frente e assisti tudo bem de perto. Foi a mesma coisa no show do Living Colour. Tem um chefe dos seguranças (Bombadão xarope otário com atitude repugnante querendo brigar/bater em gente que queria curtir a música.) Ae via funchal se liga nisso, acorda.

    PENNYWISE, show muito bom, acredito que bem melhor do que o que rolou no Anhembi porque os caras ficaram muito mais próximos do público.

    Sonzera. O guitarrista conectado com a gente, o público, e o Zoli tb, cantou muito, Noix.

    Valeu.

  7. Paulo Personal disse:

    O show do Pennywise aqui em fortaleza foi do caralho!! Tava todo mundo desconfiando que o Zoli ia alizar,mas o cara arrepiô. Esse lance de comparação é foda. O jim é o vocalista a mais de 20 anos na banda,ele arrebenta,mas os comentários depreciativos que ele fez em ralação a tocar na America do Sul e sua oposição em tocar na nossa patria fudeu com ele brother! Porra ,esperava qualquer coisa menos isso… Vacilou! Enfim, o Zoli aos poucos vai tirar esse boné e e ficar mais a vontade com a galera. O lance aí é marketing,seria muito estranho para os fãns o cara chegar no palco do jeito que ele sobe quando vai cantar com Ignite,de camisa colada e com gel no cabelo! O fato é que ele mandou ver ,o show foi histórico aqui e creio que no Brasil. estamos aguardando agora as únicas bandas que ainda não tocaram aqui na terra do surf! FACE TO FACE e NO USE FOR A NAME!!! Estamos tentando trazê-los e já especulamos datas possíveis.. Uhuuuuuu

  8. Ah cara, melhor ainda, 2 pennywises agora com o The Black Pacific do Jim! Pena que se for mesmo essa a história dele sair do PW, não veremos a banda dele tão cedo! Lembrando que só sabemos um lado da história!

  9. Deivid Natali disse:

    Olha, eu curto mto Ignite, já fui no show dos carsa e achei alucinante, mas o Zoli no Pennywise fico irado me supreendeu, o cara cantou mto, acho q o Pennywise tocou com mais orgulho dessa vez, foi o melhor show dos caras q eu fui, olha q fui em tds, espero que saia um cd com o ZOli logo.

Comentários sem login do Facebook

Facebook

Twitter

Instagram

Instagram

Besouros.net 2002 - 2015 | Contato: besouros@besouros.net