E-zine - Punk / Hardcore / Rock / Metal

Resenha: Antifolia com Dead Fish, Menores Atos, Deb and the Mentals e BRVNKS

8 de março de 2019 | Publicado por: Fabio Martiniano

Tags: , , ,

Por Guilherme Góes.

Como de costume nessa época do ano, em meio aos blocos carnavalescos que tomam diversas ruas de São Paulo, o Cine Joia recebeu o tradicional evento Anti-Folia. A edição desse ano contou com os Goianos do BRVNKS, a banda paulista Deb and the mentals, os cariocas do Menores atos e a tradicional banda capixaba Dead Fish.

Iniciando pontualmente às 19hr00, o BRVNKS deu início ao evento, apresentando seu som com influências shoegaze para uma reduzida audiência. O grupo destacou músicas do EP “Lanches” e os recentes singles “Tristinha” e “Yes Queen”. Ao término do ser, a vocalista Bruna Guimarães prometeu mais shows em São Paulo ao longo de 2019.

Seguindo, o Deb and the Mentals prosseguiu com o Anti-Folia. O grupo liderado por Deb Babilônia realizou um set sem muita interação com público, com pequenos diálogos entre as músicas limitando-se apenas a solicitações da presença da audiência as proximidades do palco. Apresentando um show dinâmico e direto, a banda captou a atenção dos presentes com as excelentes músicas do álbum “Mess” (2017) como “I’m ok”, “Old boots”, “Alive” e os singles “Feel the Mantra” e “Take it Away”.

Logo em seguida, os cariocas do Menores Atos subiram ao palco do Cine joia. Já com muito mais público dentro do espaço, a banda apresentou músicas do excelente álbum “Lapso” (2018) como os singles de trabalho “No Espelho” e “Amanhã”, mas não deixou de fora as importantes canções do álbum “Animália” (2014) como “Passional”, “Transtorno” e “Doisazero”. Após um set intenso, com uma enorme participação do público cantando palavra por palavra de cada uma de suas canções, o grupo encerrou a apresentação da noite com “Sereno”.

Assumindo a responsabilidade de encerrar a edição anual do evento, o Dead Fish subiu ao palco por volta das 21h00. Mesmo após shows gratuitos no CCJ (Centro cultural jovem) e uma apresentação na The house em janeiro, os fãs fiéis apareceram novamente em peso, lotando o espaço em relação aos sets anteriores. Após um diálogo do vocalista Rodrigo Lima mencionando sobre a importância de ocupar espaços públicos, o grupo iniciou o show com a música “Afasia”, seguindo com “Paz verde”, “Revólver” e “Proprietários do 3º mundo”. Mesmo com um palco bastante alto, alguns corajosos arriscaram stage dives ao som de músicas como “Selfiegofactoide”, “Escapando”, “Sobre a violência” e “Sem remédio” (novo single que estará disponível em um futuro lançamento). Durante o show, o Rodrigo mostrou-se receptivo ao público, entregando o microfone para os fãs nas músicas “Autonomia”, “Zero e um” e “Mulheres negras”. Após mais de uma hora de total pandemônio dentro do espaço, a banda seguiu com as músicas “Vitória” (ausente no setlist nos últimos shows), “Contra Todos”, “Bem-vindo ao clube” e encerrou a noite com “Sonho médio”.

Evento com preço acessível, ótima discotecagem e shows insanos. Após a edição anual do Anti-Folia, o público hardcore já está pronto para enfrentar o carnaval.



Comentários sem login do Facebook

Facebook

Twitter

Instagram

Instagram

Besouros.net 2002 - 2015 | Contato: besouros@besouros.net