E-zine - Punk / Hardcore / Rock / Metal

Resenha: Clan of Xymox em São Paulo

5 de outubro de 2019 | Publicado por: Fabio Martiniano

Tags:

Resenha por Guilherme Góes.

Céu nublado, clima frio e tempo tedioso na tarde paulista: será que haveria algum dia mais adequado para combinar com um show de um dos maiores nomes da música gótica mundial?

Depois de quase quatro anos sem realizar shows na cidade de São Paulo, a banda neerlandesa Clan of Xymox passou pela The House no último domingo (29/09/2019) para apresentar a turnê do seu novo disco Days of Black, lançado em 2017.

A responsabilidade de iniciar a gig ficou por conta do Jesus Complex — projeto solo de Damon Fries, ex músico auxiliar da atração principal. Depois se uma intro com exibições de trechos filmes de terror, o líder Damon subiu com palco do clube trajado como padre e acompanhado por um integrante auxiliar vestido com uma fantasia de caveira, iniciando o set com a música Welcome to my nightmare. Apresentando um som darkwave obscuro, mas extremamente dançante, o duo conquistou o público com as músicas Live a little, The past, End of life e I woke up dead — essa última que até contou com a participação de Death cantado o refrão em português. Davis mostrou-se simpático e interagiu bastante com a plateia, arriscando algumas frases em português e narrando alguns detalhes divertidos dos shows anteriores da turnê com o Clan of Xymox. Depois de quase 40 minutos de música caótica e uma apresentação marcada por efeitos nos telões do espaço, o show foi finalizado com a canção Dead people everywhere.

Seguindo de uma pausa para o público circula pela casa ao som de uma discotecagem que variava entre The Cure e Sisters of mercy e uma troca nos instrumentos e cenário, os integrantes do Clan of Xymom subiram ao palco e já iniciaram o set com clássico hit Stranger. Ao término da música, o vocalista Ronny Moorings surpreendeu a todos, contando uma piada em alemão e tirando sarro do público que não era capaz de compreende-lo — uma surpresa para aqueles que estavam assistindo a banda pela primeira vez e que se deixaram levar pela aparência sombria do músico. Em seguida, o grupo continuou com a música do novo álbum Your Kiss e emendou com a clássica Louise. Em seguida, a banda destacou as inéditas músicas Leave Me be e Loneliness, mas logo retornou para clássicos como: Jasmine and RoseObssesion, A Day e Going Around. Apesar da visível irritação com uma falha constante nos retornos da casa que causava microfonia, o líder Ronny demonstrou uma verdadeira aula de simpatia ao brincar com os fãs e elogiar as fantasias góticas de alguns presentes na pista, contando piadas sobre o clima brasileiro e dando detalhes sobre as letras das canções antes de executa-las. Após a música This World, a banda saiu do palco para uma pausa e rapidamente retornou para encerrar a noite com uma sequência composta pelos clássicos Back Door, I dont like you anymore e Farewell. Antes de sair do palco, Ronnie novamente brincou com o público e mencionou que iria aguardar no estande de merch para distribuir autógrafos e tirar fotos com os fãs.

Clan of Xymox é uma das poucas bandas que “funcionam” melhor ao vivo do que no estúdio. Devido aos efeitos de luzes e a performance dos músicos, assistir o quarteto ao vivo é uma experiência bastante interessante. A principal lição que alguém que estava assistindo o show do grupo holandês pela primeira vez foi: jamais julgue alguém pela aparência. Mesmo com o visual sombrio, Ronnie dominou o público de forma ímpar com uma simpatia surpreendente.



Comentários sem login do Facebook

Facebook

Twitter

Instagram

Instagram

Besouros.net 2002 - 2015 | Contato: besouros@besouros.net