E-zine - Punk / Hardcore / Rock / Metal

Resenha e fotos: This Town Needs Guns na Fabrique

26 de janeiro de 2020 | Publicado por: Fabio Martiniano

Tags: , ,

Resenha por Guilherme Góes e fotos por Dayane Mello.

Quem pensou que o show da banda Inglesa This Town Needs Guns seria um fiasco devido à repentina mudança de data cometeu um grande engano. No último sábado (18/01), o grupo que está entre os principais representantes estilo math rock reuniu uma enorme leva de fãs na Fabrique club — mesmo com todos os impasses que ocorreram durante a turnê na América Latina.

A casa abriu pontualmente às 16h30. Infelizmente, o horário atrapalhou uma pequena parcela do público que veio direto do trabalho e precisou “correr” para pegar a apresentação inicial. Porém, a situação foi compreensível dada às circunstâncias inusitadas.

A escolha para a abertura da gig foi completamente certeira: nada menos do que a “toda poderosa” banda Instrumental paulista E a terra nunca me pareceu tão distante. O grupo que atualmente é um dos maiores nomes do estilo no cenário nacional apresentou uma performance explosiva e repleta de experimentações. Durante todo o show, o guitarrista Lucas Theodoro realizou coreografias com seu instrumento, assim captando ainda mais a atenção do público entre as músicas do álbum “Fundação” (2018) como “Daiane”, “Com aquilo que não se repete” e Karoshi. Assim como em outras apresentações recentes do quarteto, as canções escolhidas para fechar o set foram “Pequenas expectativas, menores decepções” e “PMR”.

Após um intervalo para troca de instrumentos, o trio britânico This Town Needs Guns subiu ao palco da Fabrique sob um telão de LED iluminado que destacava o flyer oficial da turnê. Para a alegria, a banda começou o show apresentando uma sessão de músicas do renomado álbum Animals (2010) como: Chinchilla, Badger e Pig. O humor e carisma do vocalista/baixista Henry Tremain roubou cena e, sem dúvidas, sua interação com o público foi o grande destaque da noite.

Entre as canções, o músico agradeceu diversas vezes a presença dos fãs, contou algumas piadas britânicas, comentou sobre os “perrengues” que os integrantes passaram durante a turnê devido às mudanças das datas dos shows (mas que felizmente ocorreram com sucesso) e até chegou a usar um desodorante arremessado por um fã presente na plateia. Ao tocar a música Whatever, Whenever, o vocalista novamente brincou afirmando que a música mais recente do grupo já tinha 5 anos e que a banda estava bastante atrasada com lançamento. No entanto, o líder prometeu mais pontualidade para os novos trabalhos. Para finalizar o set, a escolhida foi If I Sit Still, Maybe I’ll Get Out of Here. Antes de saírem do palco, os integrantes convidaram os fãs para baterem um papo e tirarem fotos na barraca de merch.

O show do grupo britânico foi composto por todos os elementos de uma boa apresentação: carisma por parte dos integrantes, ótima presença de palco e qualidade de execução fiel aos trabalhos de estúdio. Mesmo com todas as dificuldades e imprevistos, o This Town Needs Guns encontrou algo simplesmente matador ao público que compareceu ao Fabrique club.

Confira a galeria por Dayane Mello:



Comentários sem login do Facebook

Facebook

Twitter

Instagram

Instagram

Besouros.net 2002 - 2015 | Contato: besouros@besouros.net