Agent Orange em São Paulo

.: Data
Dia 13/04/2010 terça-feira

.:Bandas
Agent Orange e Mullet Monster Mafia

.: Local
CB Bar – São Paulo-SP

Terça-feira, meia noite, era o horário marcado do show! Sinceramente pensei: “Quem é que vai no show? Só vagabundo!”, e pra minha surpresa a casa tava cheia, de vagabundos, eu também tava lá também! A fila grande do lado de fora, e lá dentro antes da meia noite já estava cheio! O engraçado que a festa já estava começando antes da banda de abertura subir, o DJ tava mandando um set punk/hardcore que tava deixando o pessoal animado já, veja pela foto:

Meia noite e pouco sobe ao palco o Drakula, que faz um surfmusic mais puro, na maioria sem letras. Os quarteto usava máscaras dessas de luta livre, menos o baterista. O pessoal que tava animado com o DJ, deu uma parada pra prestar atenção, obviamente a banda percebeu, mas não se deixou abater, e tocou muito bem por sinal. Mesmo agradando, todo mundo tava ali esperando pelo Agent Orange!

Uma da manhã sobe ao palco o clássico Agent Orange, continuando o clima surfmusic. Logo o segundo som já foi “Everything turns grey” pra galera empolgar de vez! E assim trazer um clima de nostalgia, até mesmo daqueles que como eu, nasceram, mas nem curtiram os anos 80, mas sabiam do sentimento que aquelas músicas carregavam.

O público muito agitado, cantava, dançava, se batia ao som até mesmo dos covers, como “Secret Agent Man” e “Somebody to Love”. Dai clássico atrás de clássico, “Too young to Die”, “Breakdown”, “Voices in the Night” e “No Such Thing”.

Agora os seguranças estavam pegando no pé da galera querendo dar mosh, era mal subir que já tinha um segurança “tacando” alguém lá de cima! Em um momento um deles caiu do palco, e o pessoal não tava deixando ele sair do bate-cabeça!

Depois de tocarem “I Kill Spies” o vocalista Mike Palm brincou que não iam tocar mais músicas lentas. Tocaram “It’s all a blur” e “Living in darkness”. Depois de se despedirem, voltaram pro bis e fecharam com “Last Goodbye”, perfeito para dar tchau!

Sai de alma lavada, pela culpa de ainda não ter visto o show dos caras, afinal era a quinta turnê no Brasil! E resumindo, foi foda! Os caras tocaram super bem, empolgados, o som tava ótimo; melhor lá na frente do palco, atrás achei que tava deixando a desejar. O clássico Agent Orange vive!

Confira as fotos exclusivas:

[galleria]

.:Setlist

Pipeline
Everything Turns Grey
Secret Agent Man
Say it isn´t true
Too young to die
Tearing me apart
Breakdown
Voices in the night
Mr. Moto
Wouldn´t last a day
It´s in your head
Somebody to love
No such thing
Cry for help
I kill spies
It´s all a blur
El dorado
Living in darkness
Miserlou
Bloodstains
Last Goodbye

Vai comprar algo na Amazon? Ajude o site usando nosso link: Amazon.com
Obrigado :)

8 comentários sobre “Agent Orange em São Paulo

  1. se eu não me engano….
    pipeline não foi a primeira musica nao
    e sim a penultima ou uma das ultimas…
    ou sera que to muito enganado…
    mas tenho quase certeza que a primeira nao foi nao
    o.O

  2. sim sim…
    no set eu vi que tava como a primeira musica
    mas tenho certeza que nao foi..
    se nao me engano eles começaram com mr. moto…
    pipeline foi laa pra frente! =]

    MAS TANTO FAZ…
    ASUHASUH
    SHOW ANIMAL… SEM PALAVRAS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *