Entrevista com Chris Barnes do Six Feet Under

Prestes a desembarcar para sua primeira apresentação no Brasil, com o Six Feet Under batemos uma papo com a lenda Chris Barnes que nos fala sobre novo álbum, musica brasileira e as expectativas para a turnê pela América do Sul e é claro sobre Cannibal Corpse, confiram a íntegra da entrevista abaixo.

Por Flávio Santiago

Quais são as expectativas para os shows que farão na América do Sul?
CB: Esperamos que esses shows que faremos sejam os mais brutais na história da América do Sul.

Vocês conhecem algo sobre a cena musical brasileira ou bandas do Brasil?
CB: Hell yeah, sou fã de longa data do Sepultura e também conheço Ratos de Porão.

Como estão os preparativos para o lançamento de um próximo álbum, e alguma previsão de lançamento?
CB: Não temos definida uma data para lançamento de um novo trabalho, temos até o momento 26 músicas prontas, dentre essas escolheremos as que farão parte desse novo trabalho.

No decorrer de sua carreira musical, você sentiu algum progresso como vocalista?
CB: É dificil para mim analisar esse tipo de coisa e realmente nunca pensei nisso com preocupação, tudo o que faço é trabalhar duro e sempre dar o máximo de mim nas canções ou em performances ao vivo, essa sempre foi a minha filosofia de trabalho e não tenho planos de mudá-la tão cedo.

Falando um pouco sobre o album “Graveyard Classics 3”, como ele foi recebido pelos fãs?
CB: Penso que o resultado foi positivo por parte dos fãs e receberam o trabalho com entusiasmo, assim como nós também gostamos do resultado.

O que Rob Arnold ajudou a trazer para a banda e que acham que faltou em álbuns anteriores.?
CB: Acho que a habilidade e o foco no trabalho do Six Feet Under e já saber como somos como banda.
(N.E – Rob Arnold – guitarrista do Chimaria e que atuamente integra o Six Feet Under)

Como vocês conheceram inicialmente o pessoal do Chimaria?
CB:Abrimos a turnê Americana deles em 2005 e depois disso nos tornamos amigos.

Quando você estava no Cannibal Corpse a banda participou do filme Ace Ventura protagonizado por Jim Carey, é verdade que ele é um grande fã da banda ou apenas boatos?
CB: Sim, Jim é um grande fã da banda, e na época em que o filme foi feito foi sugerido por ele que participássemos daquela cena do filme, o que foi bem positivo para a banda e no final todos gostaram do resultado.

Após anos a frente do Cannibal Corpse e de diversos shows e entrevistas concedidas, teve alguma experiência que carregou e que tenta aplicar a sua atual banda o Six Feet Under?
CB: Nada em particular, apenas tento fazer o melhor sempre, não importa em que banda esteja ou o que faça, sempre faço o melhor que posso.

Qual sua opinião sobre o Cannibal Corpse atualmente?
CB: O Cannibal Corpse continua como uma das grandes bandas do death metal em minha opinião e tem qualidade para se manterem no topo por anos e anos.

Há algum lugar no mundo onde você não tenha tocado ao vivo que você ainda gostaria de ir?
CB: De fato nenhum, mas sinto que sentirei uma vontade imensa em voltar ao Brasil após essa turnê.

Qual foi o primeiro show que assistiu como fã?
CB: KISS DYNASTY tour – Janeiro de 1980.

Há alguma música ou artista que o tenha influenciado a ser um músico e montar uma banda?
CB: Provavelmente Gene simmons, foi o que mais contribui para isso.

Qual a melhor e a pior coisa sobre estar em uma banda?
CB: Não acho nada de tão ruim em estar em uma banda, amo o que faço e tento aproveitar cada minuto como se fosse o último, referente a coisas boas, sem dúvidas é a parte de poder viajar por ai divulgando sua música e conhecer pessoas por todo o planeta, isso me deixa muito gratificado e feliz.

Qual foi o melhor conselho que alguém já lhe deu?
CB: “Isto não é o que você faz, define o que você é”

Mande uma mensagem para os seus fãs de toda a América do Sul e o que eles podem esperar dos shows?
CB: Preparem se para um dos shows mais brutais e espero vê-los em breve

Vai comprar algo na Amazon? Ajude o site usando nosso link: Amazon.com
Obrigado :)

Um comentário em “Entrevista com Chris Barnes do Six Feet Under

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *